sábado, 13 de janeiro de 2018

Virtual

Um adorar,
sem poder tocar,
só podendo olhar,
querendo abraçar,
beijar,
morder,
marcar...
mas ficando sempre,
só com o imaginar.
Marco Paschoal